17 de mai de 2012

Para aprender alemão: #comofiz

Durante os últimos seis meses notei aqui no blog uma avalanche de perguntas no post Missão OnDaf. Fico muito feliz em perceber o aumento do interesse pelo idioma no Brasil. Acho que isso se traduz em expansão de nossos horizontes e nos fortalece culturalmente. 

Saí do Brasil no ano passado e hoje moro no meio da Finlândia. Um dia desses percebi que meu alemão já tava ganz weg gegangen e criei vergonha na cara pra estudar de novo. Conheci um casal de alemães que moram aqui no prédio e tenho ido atentar eles umas  4 vezes por semana. Aos poucos tenho lembrado das coisas. Leio e entendo coisas de B2 e C1,  mas acho que hoje meu nível de fala caiu pro A2. Pelo amor de Odin, não façam como eu! Estudem, aprendam e USEM o alemão! É muito vergonhoso deixar a coisa morrer depois de tanto esforço.

Agora o negócio tem sido um pouco mais caótico pra se correr atrás do prejuízo, porque ao mesmo tempo estou aprendendo finlandês; e por algum motivo perdido na história da evolução humana, o finladês consegue ser mais cheio de frú-frús que o alemão. Aqui são 15 casos de declinação. Isso, agorra morra de felicidade com os 4 casos do alemão, porque você merece!

Mas sim, deixe-me ir direto ao ponto. O material que enviei pro pessoal é o Mit Erfolg Zum Zertifikat, que pode ser encontrado pra download em vários sites (veja aqui). 

Também me apoei muito nas explicações do blog Quero Aprender Alemão, nas mp3 do Michel Thomas, nos livros Themen Aktuell e, no comecinho, no Live Mocha. Além disso, enchi a casa com etiquetas. Colei em quase todas os objetos as palavras em alemão e todos os dias fazia uma lista com aqueles que eu achava mais difícil de decorar.

E pra fixar vocabulário, o melhor programinha que já achei é o Anki. Nele você pode criar seus próprios flashcards com texto, links e imagens, além de poder baixar decks que já vem prontos. 

No Pauker eu achava as melhores traduções alemão-português e também usava e abusava do site da Deutsche Welle, que hoje em dia está mil vezes melhor!

Basicamente foi assim que fiz, Leute. Se eu lembrar de mais algo, vou atualizando o post. Qualquer dúvida, já sabem, é só comentar!

Küss e bons estudos!

4 comentários:

  1. eu também colo o nome das coisas (com o artigo, claro!) nos objetos aqui do meu quarto hehehehe
    owww Renée, tô doida pra aprender tanto quanto você conseguiu!! =D

    ResponderExcluir
  2. Isso, o artigo é a coisa mais importante! Marminino, já é arriscado tu tá sabendo beeeeem mais que eu um dia já soube ^^ Viel spaß beim Lernen!

    ResponderExcluir
  3. Oi Renée, não estou conseguindo baixar aquele material..Teria como tu me mandar por e-mail?Preciso atingir o nível A2.

    Obrigada ;D

    ResponderExcluir
  4. Olá, eu também não sei como baixar esse material que vc fala (Mit Erfolg Zum Zertifikat) poderia dar uma dica?

    ResponderExcluir