26 de jun de 2009

23 de jun de 2009

Das ist Berlin!

DAS IST BERLIN
Marlene Dietrich

Das ist Berlin, Berlin, die ewig junge Stadt.
Das ist Berlin, Berlin, die meine Liebe hat!
Genau im Mittelpunkt der Welt,
Hat Sie der Herrgott hingestellt!

Du mein Berlin, Berlin, du Perle an der Spree,
Wer dich erst kennt, Berlin, der sagt dir nie Adieu!
Denn deinem Zauber kann Man nie Mais mehr eintflieh'n,
Du mein Berlin, Berlin, Berlin!

Du mein Berlin, Berlin, du Perle an der Spree
Wer dich geseh'n, Berlin, der sagt dir nie adieu
Denn deinem Zauber kann man niemals mehr entflieh'n
Du mein Berlin, Berlin, Berlin!



ESTA É BERLIN - Tradução para o português por Renée

Esta é Berlin, Berlin, a cidade eternamente jovem
Esta é Berlin, Berlin, que é o meu amor
Bem no centro do mundo,
Deus a colocou!

Você, minha Berlin, é uma pérola no Spree
Quem te conhece uma vez, Berlin, nunca mais te dirá adeus
Por que de sua magia ninguém pode escapar
Você, minha Berlin, Berlin, Berlin!

Você, minha Berlin, é uma pérola no Spree
Quem te vê uma vez, Berlin, nunca mais te dirá adeus
Por que de sua magia ninguém pode escapar
Você, minha Berlin, Berlin, Berlin!




THIS IS BERLIN
- Translated from german by Torge Naß

This is Berlin, Berlin, the ever young City
This is Berlin, Berlin, which is my love
Right in the centre of the world
God has put it right in the centre of the world!

You, my Berlin, Berlin, you pearl at the Spree
Who once gets to know you, Berlin, will never say good bye
Because from your magic nobody can ever escape
You, my Berlin, Berlin, Berlin!

You, my Berlin, Berlin, you pearl at the Spree
Who once gets to see you, Berlin, will never say good bye
Because from your magic nobody can ever escape
You, my Berlin, Berlin, Berlin!

22 de jun de 2009

Sou jornalista em fomação

E todo jornalista que se preza, vai às ruas mostrar o que tá errado! Protesto realizado hoje (22) pela manhã, na Avenida Frei Serafim. (Sou a palhaça que está com o nariz na mão hahaha - à direita - não confundam com a que está com a mão no nariz =P)

Carta aberta


A QUEDA DO DIPLOMA NÃO FOI O INÍCIO

Antes da decisão pela não obrigatoriedade do diploma jornalístico, caiu a Lei de Imprensa, que era a única regulamentação constitucional que legislava sobre os danos morais causados por um mau exercício do jornalismo. Muitos pontos dela serviram à censura da ditadura militar, é verdade. Mas antes de esperar uma proposta de uma nova lei para regular o setor que partisse do próprio jornalismo, o Supremo Tribunal Federal aproveitou a insegurança jurídica para desqualificar “nos termos da lei” a profissão a nível acadêmico. A decisão enfraqueceu politicamente tanto a Federação Nacional do Sindicato dos Jornalistas – FENAJ, quanto às entidades civis organizadas da área de comunicação, além de ter desfocado a problemática das comunicações no Brasil hoje apenas à questão do diploma no jornalismo, acirrando rivalidades entre jornalistas e comunicadores.

DIFERENÇAS ENTRE COMUNICADOR E JORNALISTA

Jornalismo é uma profissão que consiste em lidar com notícias e divulgação de informações factuais. O Jornalismo é uma atividade de Comunicação, mas nem todo comunicador é um jornalista. A categoria dos jornalistas está lutando pelo reconhecimento das especificidades do seu trabalho, sem diminuir a importância das demais funções relacionadas à Comunicação. Os radialistas comunitários, os blogueiros e demais comunicadores que não possuem curso superior em Jornalismo não são inferiores aos graduados pela ausência de um diploma. No entanto, é necessário que seja estabelecida a diferença entre os trabalhos de cada um deles.

CASSAÇÃO DO DIPLOMA BASEADA EM UMA ARGUMENTAÇÃO FRÁGIL

Em seus argumentos fracos, todos os ministros do Supremo Tribunal Federal demonstraram o quanto uma formação aprofundada por um método científico em comunicação e jornalismo faz falta no direito. O argumento do relator do julgamento, o senhor Ministro Gilmar Mendes, ilustra bem isso: “O jornalismo é a própria manifestação e difusão do pensamento e da informação de forma contínua, profissional e remunerada”. Ora, se usarmos o critério de definição de jornalismo do STF, podemos dizer que inclusive um professor é, a rigor, um jornalista. Dar aula em uma escola não deixa de ser uma manifestação de pensamento e da informação de um professor para uma classe de alunos de forma contínua, profissional e remunerada. Da mesma forma, fomos mal defendidos pelo único voto ao nosso favor: o do Ministro Marco Aurélio, que argumentou que o jornalista “deve contar com técnica para entrevista, para se reportar, para editar, para pesquisar o que deva estampar no veículo de comunicação”. Não é só a técnica: E a reflexão sobre a técnica usada? Está alcançando realmente o que se propõe que seja jornalismo? É esse tipo de reflexão sobre a técnica que a ciência em comunicação se propõe a fazer.

OS ESTUDANTES DE JORNALISMO SÃO OS MAIS PREJUDICADOS


Se o processo de estágio sofre todas as explorações que já conhecemos, imagine agora: quantos órgãos públicos vão abrir concurso, se qualquer pessoa que escreva que eles conheçam pode ser considerado jornalista? E o processo de seleção nas empresas: se já corriam o risco de beneficiar os “parentados” ao invés de alguém que reconhecidamente se esforçou e se dedicou a todo um aprendizado, agora ficou muito pior. Qualquer um pode exercer aquele cargo no lugar de quem se descabelou no vestibular pra estar ali, porque nem há mais impedimento legal para isso! Todos sabem que EM NENHUMA PROFISSÃO a simples posse de um diploma não garante que alguém seja um bom ou mau profissional na área em que é formado. O conhecimento que temos a oportunidade de aprender, tanto no batente quanto na Universidade, é que faz a diferença. Porém, os que aprendem primeiro na Universidade terão seu direito de exercer no batente prejudicados.

É PRECISO REGULAMENTAR PRIMEIRO A COMUNICAÇÃO

Acontece que, agora, quem precisa de reformulação é o Código de Ética dos Jornalistas: se no mínimo dez delegações de sindicatos proporem uma modificação alegando necessidade de atualização jurídica, há a possibilidade de se apressar o que a FENAJ chama de Congresso Nacional de Jornalistas. Porque não reclamar de uma vez, em conjunto jornalistas (diplomados ou não), comunicadores e sociedade civil organizada pela mais que adiada Conferência Nacional de Comunicação, evitada pelos grandes empresários do setor desde ano retrasado, para que as renovações de concessões públicas de rádio e TV beneficiassem os mesmos grupos empresariais de mais de 20 anos atrás, às escondidas?

A Corte Suprema deixou os jornalistas à mercê dos interesses das empresas empregadoras ainda mais: os veículos de comunicação decidirão quem poderá ser jornalista ou não, a partir de agora. Desqualificados a Academia e o Sindicato, quem sai ganhando não é nem a liberdade de imprensa nem a de expressão: é a liberdade de empresa.

*O CACOS (Centro Acadêmico de Comunicação Social da UFPI) convoca toda a sociedade, em especial os alunos e profissionais de Comunicação e Jornalismo, para participar de um debate junto à comunidade acadêmica e representantes do sindicato, no dia 25 DE JUNHO, às 16h, no auditório do CCE (Centro de Ciências da Educação).

Mas, minha formação acadêmica me ensina que devo mostrar os dois lados. Veja aqui o que dizem os "do contra".


21 de jun de 2009

Deixa ver se eu entendi: Akkusativ und Dativ

A declinação do Dativ*:

Ich schenke (verb. schenken)

[m] den Mann
[f] der Frau
[n] dem Kind
[p] den Männern
" Frauen
" Kindern

*Responde as perguntas Wenn...? Wo...? (situação) e Wann...? e acrescenta um n no fina das palavras declinadas no plural.


A declinação do Akkusativ**:

Ich gebe (geben)

[m] den Stuhl
[f] die Blume
[p] das Radio
[n] die Stühle
" Blumen
" Radios

**Responde às perguntas Wen...? Was...? Wohin...? (direção)



Ex Akk.: Morgen werde ich den Kindern schenken.
Ex Dat.: Ich kaufe dir den Taschenrechner.


E se eu quiser juntar os dois casos? Como faz? :S

18 de jun de 2009

Eu me rendo!




Pra sacar direito que diabo é esse tal de TWITTER e por que os comuns o valorizam tanto. Vamo ver se presta. (De ressaca por causa das notícias de ontem...)