27 de fev de 2014

Igreja de Fantoft

Acabei me mudando pra Noruega. Não que as coisas sejam ruins na Finlândia - pelo contrário, to sentindo muita falta de lá! - mas que às vezes é bom sair por aí, pendurada nos ombros das oportunidades.

Cheguei em Bergen no início de Janeiro e fico até Junho. O tempo até que me surpreendeu: não tem chovido tanto quanto disseram que ia chover. As coisas são demasidadamente caras - especialmente pros pobres dependentes de bolsas de estudos e afins.

Acabei vindo morar num tal de Fantoft, um condomínio pra estudantes em geral, só que a maioria aqui é de estrangeiros. Já encontrei vários estudantes brasileiros, coisa que não era comum em Jyväskylä. Acho que a vida em Fantoft merece um post pra si: as instalações tipo união soviética, o lixo  nos corredores, as festas diárias, as amizades, os alarmes de incêncio que (quase sempre) soam sem motivo aparente às 3 da manhã... Um post pra si. Vou tentar lembrar de escrevê-lo.

Mas já tenho meu lugar favorito, que fica a 10 minutos de caminhada: a igreja do Varg Vikernes. Construída no século XII e muito bem preservada, a também conhecida como Fantoft stavkirke (igreja de madeira de Fantoft) tem muita história pra contar - especialmente no verão, quando o espaço é aberto a visitações, quando se paga o alto e devido valor em coroas norueguesas, claro.

Primeira vista da stavkirke.
Diz a lenda que a igreja foi ameaçada de morte pelos satânicos guerreiros do true norwegian black metal no início dos anos 90. A ameaça, dizem, veio de Varg em pessoa, e ainda rolam boatos pela cidade de que essas marcas do cristianismo devem ser todas queimadas mesmo.

Bem, não acredito em deuses e não tenho como entrar de fato nessa discussão. Mas poxa, essa igreja é linda demais. Parece até um templo viking! 

Fantoft stavkirke.
E além do mais, a stavkirke é um mero ponto turístico de qualquer forma. Por outro lado, é um fruto de seu próprio tempo e não deve ser misturada com (falsos) valores da modernidade. Espero. O que será daqui pra frente, bem, só the fox knows.