30 de mar de 2008

"Noite sombria das sombras que sangram sangue vermelho"

"São tempos de mudanças e crescimento, épocas que antecedem novos horizontes de amadurecimento do ser em constante processo de evolução." (em Spectrum Gothic)

E se você estiver bastante satisfeito com seu velhho horizonte? Deve fechar os olhos? E se fosse já estiver amarelo? Deve apodrecer? A evolução é a estupidez mais cruel que já tive notícia. Somos um saco fútil cheio de hormônios, ninguém é triste, ninguém é feliz; podemos nos drogar com hormônios externos e ficar-mos muito bem obrigado.

E a vida é ainda mais desgraçada que a evoção. É um curto longo prazo, que você tem que encher com um monte de besteiras até que ela termine: chama-se aproveitar. Pra não cairmos no tédio, o caminho é recheado com pequenos infortúnios: chamam-se dificuldades. E as vezes colocam outros seres gentis em nosso caminho, preocupados e vigilantes, eles gostam muito de você: chamam-se ilusões. Alguns, como eu, desistem de tanto começar algo novo, e ficam se amargurando nos seus hormônios pretéritos: chamam-se vazios.

A vida e a evolução são duas senhoras demasiadamente preconceituosas, não têm o mínimo interesse nos mais fracos. Aproveitam mais aqueles que fingem não ter dificuldades e os que se tornam ilusões nas existências dos vazios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário